Como a alimentação saudável ajuda na saúde bucal - Dieta do Ovo

Como a alimentação saudável ajuda na saúde bucal

Começamos este texto lembrando que a manutenção de um cardápio variado, com uma alimentação saudável ajuda na saúde bucal e nos organismos do corpo, de uma forma geral. 

Inclusive, as prateleiras de supermercados estão repletas de alimentos que são essenciais para garantir uma boa qualidade de vida. 

As quitandas e feiras livres também são pontos comerciais que valem a pena ter como local de acesso a produtos frescos, como frutas, legumes e vegetais. 

Entre os produtos disponíveis para o público em geral, muitos deles atuam como protetores da saúde bucal, deixando os dentes mais fortes e as gengivas mais saudáveis. 

Pensando nisso, vale a pena saber um pouco mais sobre esses alimentos que estão ao alcance e fazem parte de diferentes refeições ao longo do dia.

Leite e queijos reforçam nutrientes essenciais

O leite faz parte da alimentação da sociedade de forma natural, pois o aleitamento materno ocorre e é fundamental para a saúde do bebê, que funciona como principal fonte de energia ao menos até os 6 meses de idade. 

A partir de então, outros alimentos podem ser introduzidos na dieta infantil, mas sempre com o leite presente de alguma forma.

As vacas são as principais provedoras deste produto, mas há também outros tipos de leite que podem ser consumidos ao longo da vida.

O leite de soja e de coco está no cardápio de pessoas vegetarianas, por exemplo.

O leite em pó enriquecido com vitaminas e minerais e livre de lactose pode ser consumido por adultos que desenvolvem algum tipo de alergia.

Ademais, as condições dos dentes dependem da inclusão de vitaminas e minerais na dieta, além de outros nutrientes que fazem parte da composição do leite, como:

  • Ácido lático;
  • Cálcio;
  • Fósforo;
  • Proteínas.

Deste modo, a visita a uma clínica especializada, por meio de um plano odontologico, pode indicar se a quantidade de leite está de acordo com a saúde bucal, ou se é preciso um reforço. 

Pepino ajuda no cuidado com a saúde bucal

Segundo pesquisas e dados, o consumo de salada é bem alto, principalmente, tendo em vista que a produção de alimentos provenientes da terra acompanha o aumento populacional. 

Dentre os muitos produtos que saem das hortas orgânicas de empreendedores individuais até grandes fazendas que plantam e colhem em larga escala, o pepino é um dos alimentos que se destaca quando se trata de saúde bucal.

Ele ajuda na produção de saliva, aumentando a quantidade, de tal forma que atua em dois aspectos distintos: limpar a superfície dos dentes e remover bactérias que podem ser prejudiciais à saúde.

Junto com o pepino, há outros alimentos provenientes da agricultura que devem estar presentes no prato da população, como o tomate, a alface, a couve, entre tantas outras verduras e legumes essenciais para a saúde do corpo humano.

Caso você apresente algum problema mais sério e perceba que a alimentação adequada não está sendo o suficiente, entre em contato com o seu  plano odonto empresarial e marque uma consulta com um dentista qualificado e experiente.

Frutas ricas em vitamina C substituem sobremesas

Todo mundo  já sabe que o açúcar é um dos grandes vilões da saúde bucal e, por isso, a substituição de doces por frutas é uma escolha inteligente quando se trata de uma dieta balanceada.

Para os dentes, conforme cartilhas compartilhadas por redes de convenio odontologico, as frutas ricas em vitamina C devem ser incorporadas no cardápio em alusão às sobremesas após almoços e jantares.

A forma de consumo pode ser de maneira natural, ou como suco, dispensando o açúcar. Caso seja necessário adoçar, o melhor é utilizar produtos como adoçantes industrializados ou açúcar mascavo.

Vale reforçar que a Vitamina C proporciona melhor imunidade aos consumidores, além de proteger a gengiva, deixando a aparência mais saudável e a estrutura mais forte, por atuar como um antioxidante.

Beber água sempre que possível

Por fim, a água é essencial para a vida. O consumo ao longo do dia ajuda na regulação da temperatura do corpo e também na higiene bucal.

Outros órgãos, como o estômago e o intestino, são hidratados e ajudam no melhor aproveitamento dos alimentos. 

Na falta de uma escovação adequada, em um dia agitado, por exemplo, beber água ajuda na remoção de partículas de alimentos dos cantos da boca. Isso evita o acúmulo que pode causar a placa bacteriana ou mesmo a cárie.

Além disso, é preciso lembrar que a presença constante na cadeira do dentista, seja pelo convenio odontologico empresarial ou não, ajuda a manter a saúde bucal em dia. 

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Deixe um comentário