Como Engravidar Mais Rápido? Saiba Agora

Como Fazer Para Engravidar Rápido? Para os casais interessados em engravidar, existem algumas dicas e técnicas que, além de facilitar a gravidez, vão ajudar o feto a se desenvolver de maneira mais saudável e o casal curtirá muito mais esta época única na vida. É muito importante programar uma vida mais ativa dentro do período fértil da mulher.

Pensem em como vocês ainda desejam seus parceiros e aproveitem o momento para dar uma apimentada na vida de casal. Além disso, se o seu parceiro cortar cigarro, bebidas e os banhos muito quentes, além de consumir mais alimentos com vitaminas C e D, ácido fólico, zinco e cálcio, os espermatozoides dele serão mais fortes e resistentes.

Outra dica que pode dar certo é permanecer deitada por aproximadamente quinze minutos após a relação, para que os espermatozoides consigam chegar ao óvulo com mais facilidade, o que aumenta a possibilidade de gravidez.

Dicas Para Engravidar Rápido

Além disso, é muito importante passar no ginecologista e verificar seus hábitos. Álcool, cigarros e remédios devem ser todos checados, pois qualquer tratamento feito pode estar sabotando suas chances de engravidar. Inclusive é importante checar os medicamento de uso contínuo, para doenças como hipertensão e diabetes, que podem exigir cuidados adicionais no momento de uma possível gravidez.

Problemas genéticos de ambas as famílias devem ser levados em consideração também, especialmente para preparar o casal para uma eventual  ocorrência. Síndrome de down,fibrose cística e outras questões genéticas. Além disso, vale questionar o ginecologista sobre outras  situações que não apresentam sintomas, mas que causam problemas diversos, como a bactéria clamídia ou infecções urinárias, que podem ser um mal sinal para a gravidez.

Verifique também quadro de anemia , que pode gerar problemas durante a gravidez, e a incompatibilidade do fator RH do sangue entre a mãe e o bebê. Em casos como estes, como o bebê e a mãe tem fatores sanguíneos diferentes, o corpo da mãe começa a enxergar o bebê como um invasor e gera anticorpos contra ele.

Na primeira gravidez, o risco é menor, já que os anticorpos não conseguem passar a placenta, mas na segunda em diante, se a questão não foi tratada corretamente, o corpo desenvolve anticorpos menores que podem inclusive matar o feto em formação.

Acima de tudo, não desenvolva uma grande ansiedade sobre engravidar, porque a ansiedade é compreendida como stress pelo corpo e acaba gerando interferência no hipotálamo, parte do cérebro que organiza os hormônios responsáveis pela ovulação. Ou seja, se você ficar ansiosa em engravidar, tem grandes chances de se sabotar nisto e  ficar ainda mais frustrada, criando um ciclo vicioso.

Deixe um comentário